modalidades
equitação


A Equitação participou pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos em 1996, em Atlanta. É um desporto que inclui todas as áreas de deficiência. As provas são mistas e agrupadas de acordo com os perfis das capacidades funcionais. Na Equitação competem atletas com limitação de origem neurológica ao nível do movimento (paralisia cerebral, lesões cerebrais, esclerose múltipla…), deficiência congénita nos membros (amputações, nanismo) ou comprometimento ao nível da produção de força, entre outras.

Os atletas competem em duas provas de «dressage», uma prova de campeonato, com movimentos predefinidos, e uma prova livre acompanhada de música. Existe, também, uma prova em equipa para três ou quatro atletas. Os concorrentes são avaliados de acordo com a exibição das capacidades de equitação enquanto montam o respetivo cavalo e usam uma série de ordens de passo, trote e meio galope.

sistema de classificação desportiva


Na Equitação existem cinco classes distintas:

  • Classe Ia – Atletas com comprometimento motor nos quatro membros; a maioria necessita de cadeira de rodas, embora possam caminhar com auxiliares de marcha. O tronco e o equilíbrio estão gravemente afetados;
  • Classe Ib – Atletas em cadeira de rodas com fraco equilíbrio do tronco e/ou funcionalidade reduzida nos quatro membros, ou atletas sem controlo postural do tronco e com boa funcionalidade nos membros superiores, ou controle postural com comprometimento motor nos quatro membros, embora os membros superiores apresentem maior funcionalidade que na Classe Ia;
  • Classe II – Atletas em cadeira de rodas, com funcionalidade reduzida ao nível do tronco e com funcionalidade entre moderada e boa ao nível dos membros superiores, ou atletas com um grave comprometimento num dos hemisférios do corpo;
  • Classe III – Atletas com capacidade de marcha sem auxiliares de apoio. Comprometimento moderado num dos hemisférios do corpo ou moderado comprometimento nos quatro membros ou severo comprometimento nos membros superiores. Nesta classe compete, também, a deficiência visual da classe B1;
  • Classe IV – Comprometimento num ou dois membros. Nesta classe compete, também, a deficiência visual da classe B2.

Para obter mais informações sobre a modalidade visite www.fei.org ou http://www.para-equestrian.com/pdfs/classification-manual.pdf.