Portugal conquistou 37 medalhas nos Campeonatos do Mundo de Síndrome de Down

In 2018 by Fpdd

Entre 3 e 7 de outubro, a ilha da Madeira acolheu os Campeonatos do Mundo de Síndrome de Down. A equipa portuguesa está inquestionavelmente de parabéns graças aos excelentes resultados obtidos: um total de 37 medalhas conquistadas.

Logo no primeiro dia de competições, os atletas portugueses somaram 11 medalhas. No atletismo, realizado na Ribeira Brava, João Machado conquistou a primeira medalha de ouro e um Recorde da Europa no lançamento de peso T21. Ricardo Pires foi também ouro no disco mosaico. Somaram-se ainda quatro medalhas de prata, graças às prestações de André Silva nos 800m marcha T21 , de Francisco Gouveia também nos 800m marcha para atletas com mosaicismo, de João Machado no triatlo T21 e de Ricardo Pires também no triatlo mosaico. E três de bronze por Ricardo Pires no lançamento do peso mosaico, por Pedro Alexis Medeiros nos 800m marcha T21 e por Francisco Gouveia no triatlo mosaico. O ténis de mesa também esteve em destaque. Na competição de equipas, a Seleção Nacional alcançou a medalha de prata na competição T21 masculina e a de bronze em T21 feminino.

O segundo dia trouxe mais 15 medalhas para Portugal. O grande destaque foi para o Recorde do Mundo na estafeta dos 4x100m por João Machado, Nuno Fernandes, Nelson Silva e Luís Gonçalves. A outra medalha de ouro foi para Francisco Gouveia nos 1.500m mosaico. Francisco obteve ainda a prata nos 400m e o bronze no salto em comprimento. Ricardo Pires conquistou a prata no salto em comprimento e o bronze no lançamento do dardo. As restantes medalhas do dia foram para João Machado, com prata ao comprimento T21, para Jennifer Nogueira e Elsa Taborda, respetivamente prata e bronze nos 1.500m T21. Paulo Henriques alcançou o bronze, também aos 1.500m T21 e a estafeta feminina dos 4x100m com Helena Soares, Elsa Taborda, Susana Castro e Jennifer Nogueira, obteve a medalha de prata. No que diz respeito ao ténis de mesa, foram quatro as medalhas alcançadas: ouro para Ricardo Pires, em pares masculinos mosaico fazendo dupla com o iraquiano Ahmed Shaheen Saber e em pares mistos com a sul-africana Minette Swart; bronze para João Soldado Gonçalves, em pares masculinos T21, juntamente com o inglês Harry Fairchild e para o par feminino T21 Conceição Ribeiro e Sandra Farinha.

No terceiro dia, Portugal afirmou-se vice-campeão em Basquetebol 3×3, tendo sido suplantado pela Itália. Já no ténis de mesa, Ricardo Pires arrecadou mais uma medalha de prata na competição de singulares masculinos para jogadores mosaicos.

No quarto e último dia de competições, foram mais sete as medalhas que a Seleção Portuguesa colecionou: cinco foram de Prata para André Silva, Francisco Gouveia e Helena Soares, nos 1.500m Marcha T21 e Mosaico e pelas estafetas 4x400m Feminino (Helena Soares, Sandra Sousa, Jennifer Nogueira e Elsa Taborda) e Masculino (João Machado, Paulo Henriques, Nuno Fernandes e Luís Gonçalves). As duas restantes medalhas foram de bronze para Pedro Alexis Medeiros, também nos 1.500m Marcha T21 e para Paulo Henriques nos 800m.